Eurotrip 2016 – Roteiro de 3 dias em Nice e Monaco

Dando continuidade à nossa viagem, após Cinque Terre, destinamos 3 dias à Riviera Francesa (mais conhecida como Côte D’Azur/Costa Azul). Durante o nosso planejamento vimos que o GP de Mônaco seria na mesma época, por isso aproveitamos a oportunidade. Ficamos hospedados em Nice.
1º dia:
Saímos de La Spezia rumo a Nice. Esteja preparado para vários pedágios e mais uma vez aproveite o AutoGrill para matar a fome no caminho. No caminho dá pra fazer paradas em várias cidades bacanas, como você pode ver abaixo.

Nice é uma cidade mais cara, por isso acabamos optando por um AirBnb. Ficamos neste muito bem localizado. Na minha opinião foi a melhor experiência que já tive em um AirBnb.
O apartamento é muito espaçoso e o Francesco (anfitrião) deixou muita comida e bebida pra gente. O que compramos no caminho nem foi necessário. Saiu R$1200 reais os 3 dias, ou seja, R$300 por pessoa.
Varanda do nosso AirBnb em Nice
Varanda do nosso AirBnb em Nice
O estacionamento custou 1,30/hora pra deixar na rua onde ficamos hospedados. Por isso deixamos um pouco mais longe numa rua onde não havia cobrança, ótima dica do Francesco.
Nossa recomendação de roteiro:
1º dia:
Como no dia em que chega você deve ter menos tempo, vale a pena sair pra conhecer a cidade rumo a Rue Massena e sua bela praça. Passamos em algumas lojas e bares e na volta jantamos no Le Maori Club. Por sinal, um ótimo local pra comer mexilhões 😉
Rue Massena
Rue Massena
Lá debatemos sobre nosso problema: como abastecer o carro ao voltar pra Milão, pois a greve estava com uma adesão cada vez maior (vários postos de gasolina) e o tanque estava na reserva. Imprevistos bacanas de viagem…
2º dia:
Bom começar o dia conhecendo o Le Chateau. Você pode subir de escada ou elevador. Lá em cima há uma ótima pracinha para admirar a vista e bater fotos. De lá, desça pela famosa Promenade des Anglais e curta uma praia.
Vista do Le Chateau
Vista do Le Chateau
A praia deles é bem diferente da nossa, especialmente se você é acostumado com as praias nordestinas, como nós. Muita pedrinha e a água é bem gelada.
Praia de Nice - Promenade des Angles
Praia de Nice – Promenade des Angles
Praia de Nice
Praia de Nice
Após a praia e a caminhada pela avenida, sugerimos dar uma passada no Cafe Frei. Lá eles servem cafés de várias partes do mundo. Do Brasil ao Japão.
3º dia:
Dia do qualifying do GP de Mônaco. Pedimos um Uber para o porto de Nice. Lá você pega um ônibus (1,50), a linha 100. Há um sistema muito parecido com os de metrôs dentro do ônibus, te informando sobre as estações..
Assim que você desce já vê uma “Fan Fest” bem animada, com atrações musicais, venda de bebidas e comidas, além de exibição de telões, carros, simuladores, etc.
Monaco GP Qualifying
Monaco GP Qualifying
Monaco GP Qualifying
Monaco GP Qualifying
Monaco GP Qualifying
Monaco GP Qualifying

Mônaco é o GP mais charmoso e tradicional da temporada. Mas sou bem honesto: o Le Rocheau não é lá o melhor local para se assistir a uma corrida. Muita gente e poucos locais com boa visibilidade. Ainda assim pra gente foi muito bacana a experiência de estar em uma prova de Fórmula 1.
Monaco GP - Le Rocheau
Monaco GP – Le Rocheau
Monaco GP - Le Rocheau
Monaco GP – Le Rocheau
Depois fomos passear por Mônaco e vimos uma cidade perfeitinha, casas bonitas, belos jardins. Ela não é totalmente cara como dizem. Comprei bonés mais baratos lá do que em Nice! A Lívia comprou uma bolsa show por €6!
Ruas de Monaco
Ruas de Monaco
Ruas de Monaco
Ruas de Monaco
Monaco
Monaco
E até em Monaco tem a hora da liquidação :D. O chopp Carlsberg vendido no evento era 7 e baixou pra 4 no final da festa 😉
4º dia:
Voltamos de carro para Milão. A dica de sempre é tentar entregar o carro no mesmo local em que se aluga (no nosso caso, Aeroporto de Malpensa), o que torna o aluguel muito mais barato. Nosso Fiat Panda andou pra caramba, foi muito guerreiro:
Fiat Panda
Fiat Panda