EuroTrip 2017 – Roteiro de 6 dias na Suíça parte 3 – Interlaken, volta pra casa e considerações finais

4º dia – 02/06 – Interlaken

Tiramos esse dia para conhecer melhor esta cidade que nos abrigou tão bem. Interlaken é o centro econômico e cultural de Jungfrau. Como já falamos, um local estratégico pra conhecer toda essa região.

Como era nosso último dia na cidade, começamos pegando um ônibus para o centro pra garantir logo nossos souvenirs.  DICA: Loja Interlaken Souvenir & Watches, na Bahnhofstrasse 29. Foi o local mais barato que vimos lá. Ímãs de CHF 3,50 chegamos a ver de CHF 7 em outras cidades. E sempre vai ter uma loja com liquidações de roupas para mulheres é claro 😀

Liquidações na Suíça
Liquidações na Suíça

De lá você pode ir a pé tranquilamente pela Höheweg, principal avenida da cidade, passando pelo rio Aar em direção ao Harder Kulm. No caminho, pegue um sorvete e descanse um pouco no parque Höhematte, aprecie os jardins e a turma descendo de parapente.

Rio Aar
Rio Aar
Parque Höhematte
Parque Höhematte

O Harder Kulm é uma plataforma de observação a 1322 metros acima do nível do mar. Com uma rápida subida de 8 minutos de funicular você chega ao topo e pode curtir um ótimo restaurante, além de um mirante onde você tem uma vista impressionante de Interlaken, dos lagos Thun e Brienz e das montanhas Eiger, Monch e Jungfrau.

Paisagem da cidade vista do Harder Kulm
Paisagem da cidade vista do Harder Kulm
Paisagem da cidade vista do Harder Kulm
Paisagem da cidade vista do Harder Kulm
Paisagem da cidade vista do Harder Kulm
Paisagem da cidade vista do Harder Kulm

O Harder Kulm custa CHF 21 com o cartão de desconto dado pelo Hotel Tell, que ainda dá o direito de andar de trem e ônibus sem pagar pela cidade.

Passeio pelas ruas de Interlaken

Percebemos que na Lindt do Top of Europe foi onde vimos os chocolates mais baratos. O que a gente comprava por CHF 4,95 lá vimos até de CHF 7,45 em outros locais. Outra marca muito famosa é a Laderach.

Voltando, passamos de novo ainda na avenida Höheweg. Há muitas lojas de relógios, afinal estamos na Suíça. Vale a pena passar no Casino Kursaal.

Casino Kursaal
Casino Kursaal
O relógio mais "baratinho" que vi: 76 mil francos suíços :D
O relógio mais “baratinho” que vi: 76 mil francos suíços 😀

Deu pra ver em Interlaken como a Suíça é muito pet friendly assim como a Alemanha e Áustria.

DICA: Após descer do Harder Kulm passe no Restaurante Des Alpes. Ótimo para apreciar uma bela vista do já citado parque Höhematte. São pratos caros mas bem servidos: CHF 19,90 por um super hamburger com picles, batatas e vários acompanhamentos que serve 2 pessoas, uma cerveja Rugerbrau de 500ml custa CHF 6,40.

DICA: Para encerrar o dia com um happy hour bacana recomendamos o Las Rocas Latino Bar. Fomos atendidos por um garçom português muito legal. Ficamos impressionados que lá nesse bar vendia até Skol 😀 -> CHF5 por uma taça de 330ml… Ótimas atrações musicais e um bom cardápio de bebidas e pizzas deliciosas. Aceitaram pagamento em euros desde que não fossem moedas.

 Las Rocas Latino Bar
Las Rocas Latino Bar
Acho que brasileiros estiveram aqui...
Acho que brasileiros estiveram aqui…

Foi uma experiência bacana quando juntamos os pequenos detalhes: Pra quem sai de Fortaleza é muito louco ver uma chuva passar e o sol surgir te queimando às 19:15 :D.

Se tiver mais tempo na região de Jungfrau, recomendamos que conheça: Murren, Kleine Scheidegg e Schynige Platte.

5º dia – 03/06 – Interlaken – Basel – Frankfurt

Prevendo que nesse dia nosso Swiss Pass estava expirado, comprei de antemão o trem de Interlaken Ost para Basel. No caminho a gente passa por: Thun – Berna – Olten (parada em Liestal). Um ótimo trem da ICE com serviço de wi-fi gratuito muito bom.

DICA: Outro lanche muito bom é um sanduíche de salmão ou atum (CHF 4,60) com o chá gelado de garrafa (CHF 1,65), que você compra em qualquer supermercado próximo.

Sanduíche de atum com suco. Lanche top na Suíça
Sanduíche de atum com suco. Lanche top na Suíça

Segundo amigos que moraram lá, o supermercado Coop costuma ser mais caro e o Migros um dos mais baratos. Preços comuns: chocolate Lindt 40g (CHF 1,95), iogurte de morango (CHF 0,55), água Evian 500ml CHF 0,85, cerveja Rugenbrau 500ml CHF 1,65. Cobram CHF 0,05 por sacola (shopper).

Nossa meta então foi gastar os CHF 32 restantes até Basel, pois de lá a gente pegou o trem para Frankfurt e entrando na Alemanha não daria mais pra gastar os francos suíços.

Na estação de Basel gastamos os CHF 20 que sobraram todos em chocolates Laderach (considerado por muitos melhor que os da Lindt). Em relação a internet, só na estação de Basel não precisou de código SMS para conectar: 1 hora de internet grátis.

Chegando em Frankfurt, para descansar bem antes da viagem de volta pra casa, ficamos hospedados no aeroporto mesmo no Hilton Garden Inn. Hotel muito moderno, o elevador então demoramos até a entender como funcionava :D. Quarto super confortável. Café da manhã delicioso e variado. Achamos incrível ver um hotel tão grande dentro de um aeroporto.

O Aeroporto de Frankfurt é um dos maiores do mundo. Aproveitamos para passar no supermercado Teguti e gastar os últimos euros degustando cervejas que aqui no Brasil são 5 a 10x mais caras como:  Bitburger, Franziskaner (0,89), Warsteiner (0,79), Krombacher (0,99). E assistir a final da Champions League no nosso quarto.

Curiosidades: Há um sistema de reciclagem de garrafas nesses países da Europa Central que consiste em pagar um valor adiantado em garrafas que pode ser recuperado em máquinas de recolhimento para reciclagem. Percebi isso ao comprar essas cervejas em Frankfurt e sempre tinha na nota um valor chamado pfand de €0,25 pra cada. Se quiser entender melhor leia esse artigo. Por exemplo na Áustria tomei uma cerveja Zill que custou € 0,97 e tinha um pfand de € 0,09.

6º dia – 04/06 – Frankfurt – Fortaleza – Voltando pra casa…

A parte mais engraçada da volta no aeroporto foi a revista do oficial alemão que me parou e eu fiquei me perguntando o que fiz de errado, mas ele só queria ver a minha camisa: “I drove no speed limit in Autobahn” e depois deu aquele positivo pra mim :D.

Pra Fortaleza o voo da Condor parte às 11:50am e chega 5:00pm no nosso horário, cerca de 10 horas de viagem.

Reflexões Finais – Alguns dos vários gols da Suíça:

1) É muito bom poder beber água potável de graça de ótima qualidade em várias fontes pelas cidades, colocar na sua garrafa e continuar a andar.
2) Banheiros públicos gratuitos e muito bem conservados
3) A sensação de tranquilidade e segurança, conforme mencionamos em postagens anteriores: Além do estacionamento de bicicletas sem corrente em Lucerna, vimos pessoas deixarem suas mochilas de parapente largadas no parque Höhematte em Interlaken.  Poderíamos citar vários outros exemplos que não caberiam nessa postagem.
4) O atendimento que tivemos no geral sempre foi bem ágil. Lembro de esperar no máximo 10 minutos pelos pratos que pedimos nos bares e restaurantes. Todo garçom tem sua própria bolsa para dar o troco no momento que você paga. Isso vale pra Alemanha e Áustria também.
5) Rede de transporte muito bem estruturada. Dá pra rodar o país todo só de trem. No trânsito, há sempre respeito ao pedestre na hora de atravessar a rua.
6) Algumas das paisagens naturais mais bonitas que já vimos. Muitas florestas, montanhas e lagos.
7) As vacas são uma atração à parte… Dá vontade de levar uma pra criar hehe :D. Queria ter batido um selfie com uma mas não consegui 😀

Sei que uma coisa é conhecer um país como turista. Certamente nem tudo é um mar de rosas, a Suíça tem algumas das cidades mais caras do mundo. Por tudo o que oferece quem sabe talvez seja até justo. Mas creio que foi o país onde estivemos mais próximos de ter a sensação de estar em uma civilização perfeita.

Com essa postagem encerramos o nosso último ciclo de viagens. A próxima viagem deve demorar, mas agora teremos uma nova integrante, essa futura turista que é a mais importante da nossa vida 🙂

Bia :)
Bia 🙂